Páginas

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Um abraço em 2016


via GIPHY

Todo fim de ano é a mesma história. Acho graça nas pessoas reclamando, pedindo que o próximo ano venha logo, como se esse fosse o segredo para uma nova vida, o passe de mágica para tudo melhorar. Entenda, também vejo o grande fechamento de um ciclo, a inspiração e força espiritual que essa virada traz. Eu sinto a névoa de felicidade que todos aspiram por ver uma chance de recomeçar. Este é com certeza o momento certo de jogarmos fora tudo aquilo que já andava nos fazendo mal a algum tempo e não encontrávamos coragem. É o empurrão final que precisamos pra nos libertar. Porém, veja bem, ao em vez de pisarmos e cuspirmos no ano que passou, vamos abraça-lo.

O ano de 2016 carregou muitos desastres e situações em que nos chocaram e entristeceram. Mas eu escolhi ama-lo. Não só porque foi um ano extremamente positivo e transformador pra mim, mas porque acho que essa sim é a verdadeira chave para abrirmos a porta de um novo ciclo. Apenas progredimos quando aceitamos, entendemos e abraçamos o que nos aconteceu, seja algo bom ou ruim.

Em nenhum outro ano me vi tão forte. Simplesmente porque não precisei. Extrai de mim tudo aquilo que eu não sabia existir. Confesso que me senti esgotada e frágil em muitos momentos, mas foram estes que me fizeram crescer. Confesso que quase desisti, larguei tudo e gritei aos ventos que a vida estava um inferno e eu não aguentaria mais. Mas eu aguentei, e mais do que isso, superei. Me afastei de pessoas tóxicas e reforcei laços maravilhosos. Vivi um pouco a tal vida adulta e enxerguei com olhos de criança. Senti toda a intensidade do ser.

Acredito estar pronta para 2017. Agarrada a prosperidade que a palavra "agradecer" nos proporciona. Ancorada nos mistérios da profundidade de um mar ainda não explorado. Preenchida pela força de uma busca constante por evolução e tranquilidade. Banhada com o brilho que um espirito blindado emana. Animada, exatamente como quem acredita na beleza dos novos ciclos deveria estar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário